Amazon

Blog Tour + Resenha: Damnable Grace - Tillie Cole

16:31:00

Damnable Grace - Tillie Cole
Sinopse:
Até os quebrados, através do amor, pode alcançar a graça ...
Segredos nunca ficam escondidos.
O peso da culpa nunca sai do coração.

Nascida e criada na Ordem de David, Irmã Phebe não conhece nada além de vida de culto. Chefe das Irmãs Sagradas de New Zion, Phebe foi preparada desde a infância para um propósito: seduzir. Prêmio como uma prostituta,
Premiada como uma prostituta, como a prostituta de New Zion, Phebe é tomada do condenado culto por Meister, o notório líder da Irmandade Ariana. Tomada como sua posse. Tomada para ser a mulher que vai obedecer a cada demanda sexual dele. Sob sua mão pesada, Phebe encontra-se em um lugar muito pior do que ela jamais poderia ter imaginado ... com absolutamente ninguém para ajudar. E nenhum vislumbre de esperança.
Xavier 'AK' Deyes está contente com sua vida como Sargento-de-Armas dos Hades Hangmen . Líder do infame 'Psycho Trio' e ex atirador de operações. AK sabe como lutar. Experiente em guerra e instruído em operações militares, AK é vital para os Hangmen. Quando seu vice-presidente precisa de ajuda para recuperar sua cunhada, Phebe, de um circuito de tráfico financiado pelo Klan, AK se oferece para invadir. 
AK se lembra da ruiva de Nova Zion. Lembra-se de tudo sobre ela desde a única vez em que se encontraram - seus cabelos ruivos, olhos azuis e rosto sardento. Mas quando ele a encontra, fortemente drogada e sob o controle de Meister, sua triste condição faz com que ele se lembre mais do que a bela mulher que ele uma vez amarrou a uma árvore. Salvar Phebe força demônios escondidos de seu passado retornarem. Um passado que ele nunca pode seguir em frente, não importa o quão duro ele tente.

Enquanto AK luta para ajudar Phebe, que por sua vez se esforça para ajudá-lo, eles percebem que seus pecados secretos nunca irão abandoná-los. Almas gêmeas quebradas, eles percebem que a única maneira que eles podem se livrar de seus fantasmas é enfrentá-los juntos e tentar encontrar a paz.

O desespero logo se transforma em esperança, e corações danificados começam a se curar. Mas quando suas profundas e dolorosas cicatrizes ressurgem, tornando-se demais para suportar, chega a hora de fazer uma pesada escolha: ficar para sempre danificado; Ou juntos, alcançarem a graça.

Livro: Damnable Grace (Hades Hangmen, # 5) | Autora: Tillie Cole | Ano de Lançamento: 2017| Idioma: Inglês | Compre: Amazon | Classificação: 3,5/5

E lá vem a Tillie Cole novamente com acontecimentos e situações chocantes e para lá de tensas. Em Damnable Grace temos a história de A.K, membro do clube Hades Hangmen e integrante do Psycho Trio junto de Flame e Viking. Lá no fim do livro anterior pudemos acompanhar em parte o que estava por vir nesse novo livro: Um novo vilão aparecendo e fazendo merdas com integrantes da antiga seita de pedófilos e mais situações desesperadoras agora com A.K. nos revelando seu passado, seu presente e atuando para garantir seu futuro.

Phebe desde pequena foi criada para satisfazer os homens em nome do "Senhor." Já por aí temos uma certa ideia do que ela vem passando todos os anos de servidão e também estando no cativeiro sob o comando de seu novo mestre, um dos mais cruéis personagens que a autora criou e que sente prazer ao infligir mais dor em todos ao seu redor. 
O passado de A.K. é marcado por uma grande tragédia e por anos ele vive se corroendo por uma grande culpa e pelos pesadelos que o atormentam. Seus irmãos de clube são o que o impulsionam a seguir em frente e por saber da situação em que Phebe se encontra, ele toma para si a missão de trazê-la ao mundo real. 

Do encontro de A.K. e Phebe uma conexão se estabelece e juntos eles se permitem sofrer, se curar e encontrar o perdão dentro deles mesmos. Phebe também guarda consigo culpa por de certa forma ter contribuído com os acontecimentos que envolveram suas irmãs de seita Com A.K. ela se permite sentir segurança e visionar o que quer para si. O convívio entre eles faz com que ambos saibam que apesar do peso imenso que carregam, o apoio um do outro faz com que o sentimento de torne mais brando e mais fácil para seguir os dias.
"Tudo o que eu vejo na minha cabeça é vermelho. vermelho pelo sangue, vermelho pela névoa que desceu sobre meus olhos e acima de tudo, pelos cabelos longos que vi. Sardas, Olhos Azuis. Phebe."

Para mim a Tillie carregou um pouco mais no drama lá pelo final. Foram alguns acontecimentos de arrancar um pouquinho de lágrimas em contrapartida às situações cruéis no início. Uma série de sentimentos e assuntos foram abordados em Damnable Grace além da culpa e do perdão. As segundas chances, junto da esperança de tudo ser melhor dali por diante estiveram presentes e pudemos inclusive entender a amizade entre A.K , Viking e Flame, personagem que invadiu o livro em alguns momentos para lá de especiais. <3 
A.K se revelou um personagem diferente do que imaginei ao longo dos livros anteriores e isso me surpreendeu positivamente. Ele sente e se esconde em uma máscara de homem durão. Phebe começou bem e me deu uma irritada lá pelos 80% do livro, mas suas atitudes foram compreensíveis. Ela é interessante por ser também uma mocinha mais forte como é a heroína do livro do Cain. Ela sente, ela sofre mas é esperta, ainda mais por ter lidado com muitas pessoas ao longo dos anos, facilitando assim sua capacidade de ler as pessoas.

Dos pontos negativos, além de ter achado um pouco exagerado o sentimentalismo em certas partes do livro, encontrei na realidade mais os aspectos técnicos da história. Mesmo não me importando quando um autor detalha o uso de camisinha, aqui me espantei com a falta de cuidado, a mulher tem um passado tenso e A.K. não estava nem ai para o acessório. A alternativa da autora lá no final foi amenizar isso informando que ela fez testes e consultas, mas aí já era tarde para mim. O fato também de declararem que sentiam amor um para o outro em tão pouco tempo, achei forçado mas até entendi por levar em consideração o histórico de ambos.

Até o livro #4 tínhamos um ciclo completo entre as histórias, todos se relacionavam. Com esse novo livro um novo ciclo se iniciou e espero que a autora consiga manter o mesmo padrão de tensão e crueldade como pudemos acompanhar nos anteriores. Talento ela tem para isso.

Arc gentilmente cedido pela autora e Ardent Prose.

Leia Também:

1 comentários

Inscreva-se no Feed