Arc

Blog Tour + Resenha: A Love Letter to Whiskey - Kandi Steiner

16:28:00

Sinopse:

É uma loucura o quão rapidamente embriagada você fica depois de estar sóbria por tanto tempo.
Whiskey estava ali, na minha porta, do mesmo jeito que tinha estado um ano antes. Só que desta vez, não havia nenhuma chuva, nenhuma raiva, nenhum convite de casamento - era apenas nós dois.
Era ele apenas - o velho amigo, o sorriso fácil, o bálsamo retorcido e envolto em uma garrafa cintilante.
Era eu apenas - a alcoólatra, fingindo que não queria sentir o gosto dele, compreendendo rapidamente que meses estando sóbria não me fazia deseja-lo menos.
Mas não podemos começar aqui.
Não, para contar essa história direito, precisamos voltar para trás.
Voltar para o início.
Voltar para a primeira gota.
Esta é a minha carta de amor para Whiskey. Eu só espero que ele a leia.

Livro: A Love Letter to Whiskey | Autora: Kandi Steiner | Ano de Lançamento: 2016| Idioma: Inglês | Compre: Amazon | Classificação: 4/5

Assim que B. (Brecks) vê Jamie ela primeira vez, aos 17 anos, ela se interessa mas antes mesmo de fazer qualquer reivindicação, sua amiga Jenna também demostra interesse e é correspondida pelo garoto. Sendo deixada de lado, ela segue os dias no colégio como melhor amiga agora também de Jamie, com quem compartilha confidencias, sonhos e a paixão pelo surf e pela música. Antes de Jamie partir para a faculdade, Jenna termina o namoro e B. logo descobre que a paixão dela pelo amigo não era tão não correspondida assim, já que em um determinado momento ambos conseguem admitir que tem interesse um pelo outro. O problema então passa a ser o timing totalmente errado para ficarem juntos, já que B. ainda tem que completar os estudos e Jamie está se mudando da cidade. 
A partir desse cenário a história de amor deles começa, sempre rodeada pelos momentos certos e errados dos dois. Acompanhamos uma saga de mais de dez anos de tentativas deles ficarem juntos, tendo que lidar com novos relacionamentos, oportunidades profissionais e as más decisões que tomam por eles e que recaem nos outros ao redor. 
​“All we do is hurt each other.”
A Love Letter to Whiskey​ ​é um mix sobre a força do primeiro amor, sobre novos relacionamentos, as oportunidades profissionais, a vida adulta e como as boas e más escolhas afetam não só a própria pessoa. Com o passar das páginas seguimos entrando em um círculo vicioso desse dois, que preferem sofrer mais que tudo. B. e Jamie se sabotam e se machucam a todo momento mas são loucos um pelo outro. Quando se juntam eles pegam fogo, se queimam de paixão mas também se ferem de mágoa. A B. é viciada em Jamie e em sofrer. O amor entre os dois é também um vício, é algo que provoca prazer e desejo mas também causa dependência e é devastador. De tempos em tempos eles provam um pouco desse amor, se afastam, tem recaídas e chegam a um impasse em que deverão decidir largar o vício ou aceitar essa dependência de vez. 
Aquilo que sobe, deve cair. E ai, como  nos machucamos.

A autora fez um trabalho maravilhoso relacionando Jamie a uma garrafa de whisky e tendo B. como uma viciada nele.Acompanhamos a luta dela por essa dependência e nos intoxicamos junto, percebendo então que na verdade é o amor deles que é um vício que nenhum consegue largar. A cada capítulo passamos a sentir a raiva, as frustrações, dores e as angústias que eles desencadeiam, tudo isso salpicado pelo amor e pela paixão que eles tem dentro deles. 

Fazia tempos que não lia sobre um casal tão complicado, foram anos perdidos mesmo eles sabendo onde estava a felicidade. É um livro difícil de ler pela grande carga dramática que  possui, ele cansa justamente pela imersão a qual somos submetidos. No final e no epílogo senti falta de uma explicação maior sobre como os dois resolveram as prioridades de suas vidas e como conseguiram acertar os ponteiros. Poderia ter tido uns três capítulos a mais, queria poder ter acompanhado um pouquinho a felicidade deles depois de tanta angústia.

Arc gentilmente cedido pela autora e Give-me Books. Obrigada.

Leia Também:

2 comentários

  1. Sua resenha esta otima, nao tive coragem de oegar esse depois que li a sinopse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é pesado emocionalmente mas compensa demais a leitura. Fiquei com vontade de ler outros dessa autora.

      Excluir

Inscreva-se no Feed